Tigre de Americana: DVDs do filme são en…

10-02-2017 Hits:399 Notícias super sindica - avatar super sindica

O objetivo é fazer com que as novas gerações tenham acesso à história da cidade Cerca de 800 unidades do DVD que contém o filme documentário "Tigre de...

Read more

Tigre de Americana, Uma Paixão Centenári…

22-07-2016 Hits:2276 Notícias Ana Paula - avatar Ana Paula

Lançamento do DVD Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária  Documentário sobre a história do Rio Branco, com extras inéditos, está à venda  Por Claudio Gioria    O documentário Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária...

Read more

Tigre de Americana, Uma Paixão Centenári…

22-07-2016 Hits:1479 Notícias Ana Paula - avatar Ana Paula

Lançamento do DVD Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária  Documentário sobre a história do Rio Branco, com extras inéditos, está à venda  Por Claudio Gioria    O documentário Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária...

Read more

Documentário tem exibições gratuitas

06-05-2016 Hits:2586 Notícias Ana Paula - avatar Ana Paula

Documentário tem exibições gratuitas Cineclube e Polivalente vão mostrar Tigre de Americana – Uma Paixão Centenária. Escolas interessadas em exibir o filme podem fazer a solicitação. Claudio Gioria – Assessoria de Imprensa Quem...

Read more

PROJETO DE RESTAURO DA IGREJA MATRIZ DE …

14-03-2016 Hits:1072 Notícias Ana Paula - avatar Ana Paula

PROJETO DE RESTAURO DA IGREJA MATRIZ DE AMERICANA TEM INÍCIO3marias Produtora Cultural é a empresa contratada para produção e gestão do projeto De: Basílica Santuário Santo Antônio de PáduaAssessor de imprensa:...

Read more

Filme Tigre de Americana - Uma Paixão Ce…

09-03-2016 Hits:942 Notícias Ana Paula - avatar Ana Paula

         O documentário Tigre de Americana - Uma Paixão Centenária, produzido pela 3marias e com consultoria do jornalista Cláudio Gioria, foi destaque na revista Placar de março/2016. O...

Read more


O objetivo é fazer com que as novas gerações tenham acesso à história da cidade

Cerca de 800 unidades do DVD que contém o filme documentário "Tigre de Americana - Uma paixão centenária", com 90 minutos de duração, mais alguns clipes extras, que fizeram parte do projeto de registro da história centenária do Rio Branco Esporte Clube, de Americana, interior de São Paulo, foram entregues gratuitamente nas redes municipal e estadual de ensino de Americana e também em faculdades, museus e acervos da região.

 

Ao todo, 10 escolas da rede municipal de ensino de Americana, 81 escolas da rede estadual de ensino de Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste; a Escola Técnica Polivalente de Americana; e UNISAL Americana foram contempladas com exemplares do DVD do filme. O objetivo com a distribuição gratuita para as escolas é fazer com que as novas gerações tenham acesso à história de Americana. “Infelizmente, ainda não cultivamos o hábito do registro de memória em nossa cidade. E se não valorizarmos o passado, como vamos respeitar o presente e construir o futuro?”, questiona a diretora do documentário, Luciana Teixeira. Em alguns espaços houve a exibição do filme e um debate entre alunos e equipe de produção do documentário.

 

A intenção é que os exemplares do filme "Tigre de Americana - Uma paixão centenária" sejam mantidos no acervo das escolas e disponibilizados para que os professores possam exibir aos alunos da forma que considerarem conveniente. “Para facilitar o trabalho dos professores, preparamos um material de apoio que contém informações adicionais sobre o filme e indicações de temas discutidos e sugeridos por mim e pelo pesquisador Claudio Gioria, que podem auxiliar na discussão em sala de aula”, expõe Luciana Teixeira. Entre os temas, a equipe sugere a possibilidade de trabalhar a mudança de costumes da sociedade ao longo do tempo. A exibição do filme também abre a oportunidade para abordar assuntos como: 1) O que os alunos sabem sobre a história de Americana; 2) Quais os locais históricos preservados na cidade; 3) Qual a importância de ouvir e registrar os relatos das histórias de vida das pessoas, especialmente os mais velhos; 4) O que podemos fazer para conhecer e não deixar ser esquecida a história da comunidade em que vivemos, como a nossa família, a nossa escola, o nosso bairro.

 

Bibliotecas como a de Americana, “Profª Jandyra Basseto Pântano”, e acervos como o Centro Cultural Martha Watts, da UNIMEP, em Piracicaba; o Museu do Atleta, da FAM, em Americana; o Cineclube Estação de Americana; o Centro de Documentação – CEDOC, da Fundação Romi, a Biblioteca Pública Municipal Maria Aparecida de Almeida Nogueira, o Centro Cultural e Biblioteca Profº Léo Sallum, a Biblioteca Neide Crócomo (CEU) e o Centro de Memória, em Santa Bárbara d’Oeste; o Centro de Referência do Futebol Brasileiro, do Museu do Futebol, em São Paulo; a Confederação Brasileira de Futebol; e o próprio Rio Branco Esporte Clube também foram contemplados com exemplares gratuitos do DVD, bem como entrevistados, apoiadores e equipe de produção do filme.

 

A história centenária do Rio Branco se confunde com a própria história de Americana (SP), já que o clube foi fundado antes mesmo da Villa se tornar município, em 1913. Nos 100 anos de sua trajetória, desde quando ainda se chamava Arromba, o Rio Branco protagonizou grandes mudanças na sociedade do interior de São Paulo, sempre reunindo a comunidade sob o pretexto do futebol. O futebol é parte da identidade cultural brasileira, dos costumes, do estilo de vida da nação.

 

A produção do documentário foi resultado de um esforço coletivo de profissionais e empresas de Americana, a partir da pesquisa de mais de 15 anos do jornalista e historiador do Rio Branco, Claudio Gioria, com iniciativa da Fundação João Zanaga, patrocínio dos Supermercados São Vicente, apoio do Grupo TodoDia de Comunicação, da agência Audaz e da Big Mídia Produções, com produção da 3marias Produtora Cultural e Audiovisual e direção de Luciana Teixeira.

 

Foram dois anos de produção, reunindo material de acervo, que incluía mais de 50 horas de programação histórica da antiga TV Americana (hoje TV TodoDia), e entrevistando mais de 30 pessoas que ajudaram a construir a história do Rio Branco.

Caderno do professor.

 

Lançamento do DVD

Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária

 Documentário sobre a história do Rio Branco, com extras inéditos, está à venda

 Por Claudio Gioria

   O documentário Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária estará à venda a partir de segunda-feira em DVD, com extras inéditos. O filme tem 1h30 de duração e teve exibição única em fevereiro no Teatro Municipal de Americana, para 550 pessoas. Conta a história de 103 anos do Rio Branco através de depoimentos e imagens raras, como as da inauguração do gramado do Estádio Décio Vitta, em 1977, e as da festa em Americana pelo acesso à primeira divisão paulista, em 1990.

   Além da exibição no teatro municipal, o filme já foi exibido na FAM (Faculdade de Americana), Cineclube de Americana e Polivalente. Novas exibições estão previstas (leia abaixo). Com iniciativa da Fundação João Zanaga, o projeto tem o apoio da Rede TODODIA de Comunicação, Audaz e Big Mídia Produções, e patrocínio oficial do Supermercado São Vicente. A produção do documentário é da 3marias Produtora Cultural, com a consultoria do jornalista Claudio Gioria e a realização do Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo. O filme foi dirigido por Luciana Teixeira, com equipe de produção e estúdios da Big Mídia Produções.

   O DVD, que tem a opção de legendas em inglês, reúne personalidades que contam toda a trajetória do clube, da fundação em 1913, como Arromba, até os dias atuais. Entre os entrevistados estão atletas revelados pelo clube, como Marcos Assunção, Flávio Conceição, Mineiro e Macedo, jornalistas, esportistas e torcedores.

   "Fiquei maravilhado com o que assisti. Minha primeira vez num estádio de futebol foi no Riobrancão em 1979, ainda o AEC. Rever jogos e jogadores daquela época foi fantástico. Isso sem falar nas imagens que mostravam o barrancão lotado. Gostei tanto que procurei estar presente em outras exibições. Numa delas estava acompanhado do craque Marcinho Rocha, que fez parte do inesquecível escrete de 1992-94. Esse documentário deveria ser exibido em todas as escolas da cidade para as crianças e jovens de hoje conhecerem a rica história do glorioso Rio Branco. Quem sabe assim a cidade não volta a gostar novamente do Rio Branco e levá-lo novamente à primeira divisão. Lugar de onde ele nunca deveria ter saído", contou o advogado Dinael de Souza Machado, que viu o filme pela primeira vez na FAM e voltou a assistir no Polivalente.

   Os interessados em adquirir DVD, que custa R$ 20, devem entrar em contato com a produtora 3marias Produtora Cultural pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone 3408-0300. Também podem comprar diretamente no Armazém 3marias, que fica na Rua Florindo Cibin, 329, em Americana. Cópias do documentário serão disponibilizadas para escolas e bibliotecas.

    O QUE TEM NOS EXTRAS

    Os extras inéditos trazem histórias curiosas dos entrevistados, como a lenda dos fantasmas que habitavam os alojamentos do Décio Vitta, contada por Flávio Conceição, e o boi que o ex-zagueiro Agenor ganhou na rifa e fez todo o elenco ir buscar a pé em Santa Bárbara d'Oeste. O volante Marcos Assunção lembrou de quando frequentava junto com outros garotos-jogadores as famosas domingueiras da sede social do Rio Branco e Macedo revelou que precisou inverter seu nome para poder ser registrado em dois clubes ao mesmo tempo.

   A produção também não esqueceu de jogos inesquecíveis do Rio Branco e abriu um extra para contar a história de alguns deles, como a vitória sobre o então campeão do mundo São Paulo, com recorde de público no Décio Vitta, o heroico empate no último minuto contra o Guarani que valeu classificação e os históricos 5 a 2 sobre o Palmeiras de Marcos e Felipão.

   O outro extra inédito, que promete emocionar quem viveu o ano de maior glória do clube, 1990, reúne imagens raras de todos os gols da campanha do acesso de 1990, quando o Rio Branco conseguiu pela primeira vez na história subir para a primeira divisão do futebol paulista.

    NOVAS EXIBIÇÕES

    O filme tem mais quatro exibições agendadas. A primeira delas é segunda-feira, às 19h, na Escola de Goleiros Camisa 1, para o público em geral, com pipoca e café para os presentes. A escola é comandada por Vander Batistella, que foi treinador de goleiros do Tigre.

   Em agosto estão previstas três exibições no Unisal (Centro Universitário Salesiano de São Paulo). No dia 9, às 19h, o filme será exibido para os alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda e Engenharia Elétrica. No dia 12 acontecem duas sessões - às 8h para os alunos dos cursos de Psicologia e Pedagogia e às 19h para os estudantes de Psicologia e Ciências Contábeis.

    MATERIAL DE APOIO

-   Teasers do filme podem ser assistidos no link https://www.youtube.com/watch?v=uJy63W9pBpg&list=PL61ZD_a77ZX8UHW3chXMeavJjuZmIb1q3

Documentário tem exibições gratuitas

Cineclube e Polivalente vão mostrar Tigre de Americana – Uma Paixão Centenária.
Escolas interessadas em exibir o filme podem fazer a solicitação.

Claudio Gioria – Assessoria de Imprensa

Quem ainda não teve a oportunidade de assistir ao documentário Tigre de Americana - Uma Paixão Centenária, que conta a história do Rio Branco Esporte Clube, tem duas novas chances, com exibições gratuitas e abertas ao público marcadas para a Faculdade de Americana (FAM), o Cineclube de Americana e o Polivalente. A exibição na FAM será no próximo dia 16, às 18h. No Cineclube, que fica no CCL (Centro de Cultura e Lazer), será no dia 24, às 20h. No Polivalente, o filme será exibido no dia 2 de junho, às 15h.

A equipe de produção planeja outras exibições públicas para os próximos dias. Escolas interessadas em exibir o filme podem entrar em contato com a diretora do filme, Luciana Teixeira, da 3marias Produtora Cultural, pelo telefone 3408-0300.

Com iniciativa da Fundação João Zanaga, o projeto tem o apoio da Rede TODODIA de Comunicação e patrocínio oficial do Supermercado São Vicente. A produção do documentário é da 3marias Produtora Cultural, com a consultoria do jornalista Claudio Gioria e a realização do Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, que prevê exibições públicas e gratuitas como forma de difundir a preservação da memória e a produção audiovisual.

 O documentário tem 1h30 de duração e teve exibição única em fevereiro no Teatro Municipal de Americana, para cerca de 550 pessoas. Conta a história de 103 anos do Rio Branco através de depoimentos e imagens raras, como as da inauguração do gramado do Estádio Décio Vitta, em 1977, e as da festa em Americana pelo acesso à primeira divisão paulista, em 1990.

O documentário será lançado ainda em DVD, com a opção para ser assistido com legendas em inglês, uma forma de divulgar o clube, famoso pela revelação de jogadores, além de suas fronteiras. Os extras, que não serão mostrados nas exibições públicas, terão um especial com os gols da campanha do acesso de 1990 (com imagens da antiga TV Americana, hoje TV TODODIA), jogos inesquecíveis e histórias engraçadas e curiosas dos entrevistados do filme.

Serviço:

FAM - Faculdade de Americana
Av. Joaquim Bôer, 733 - Jardim Luciane, Americana

Polivalente
Av. Nossa Senhora de Fátima, 567, Vila Israel, Americana

Cineclube (CCL)
Av. Brasil Sul, 1.293 - Parque Residencial Nardini, Americana

 

Lançamento do DVD

Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária

 Documentário sobre a história do Rio Branco, com extras inéditos, está à venda

 Por Claudio Gioria

   O documentário Tigre de Americana, Uma Paixão Centenária estará à venda a partir de segunda-feira em DVD, com extras inéditos. O filme tem 1h30 de duração e teve exibição única em fevereiro no Teatro Municipal de Americana, para 550 pessoas. Conta a história de 103 anos do Rio Branco através de depoimentos e imagens raras, como as da inauguração do gramado do Estádio Décio Vitta, em 1977, e as da festa em Americana pelo acesso à primeira divisão paulista, em 1990.

   Além da exibição no teatro municipal, o filme já foi exibido na FAM (Faculdade de Americana), Cineclube de Americana e Polivalente. Novas exibições estão previstas (leia abaixo). Com iniciativa da Fundação João Zanaga, o projeto tem o apoio da Rede TODODIA de Comunicação, Audaz e Big Mídia Produções, e patrocínio oficial do Supermercado São Vicente. A produção do documentário é da 3marias Produtora Cultural, com a consultoria do jornalista Claudio Gioria e a realização do Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo. O filme foi dirigido por Luciana Teixeira, com equipe de produção e estúdios da Big Mídia Produções.

   O DVD, que tem a opção de legendas em inglês, reúne personalidades que contam toda a trajetória do clube, da fundação em 1913, como Arromba, até os dias atuais. Entre os entrevistados estão atletas revelados pelo clube, como Marcos Assunção, Flávio Conceição, Mineiro e Macedo, jornalistas, esportistas e torcedores.

   "Fiquei maravilhado com o que assisti. Minha primeira vez num estádio de futebol foi no Riobrancão em 1979, ainda o AEC. Rever jogos e jogadores daquela época foi fantástico. Isso sem falar nas imagens que mostravam o barrancão lotado. Gostei tanto que procurei estar presente em outras exibições. Numa delas estava acompanhado do craque Marcinho Rocha, que fez parte do inesquecível escrete de 1992-94. Esse documentário deveria ser exibido em todas as escolas da cidade para as crianças e jovens de hoje conhecerem a rica história do glorioso Rio Branco. Quem sabe assim a cidade não volta a gostar novamente do Rio Branco e levá-lo novamente à primeira divisão. Lugar de onde ele nunca deveria ter saído", contou o advogado Dinael de Souza Machado, que viu o filme pela primeira vez na FAM e voltou a assistir no Polivalente.

   Os interessados em adquirir DVD, que custa R$ 20, devem entrar em contato com a produtora 3marias Produtora Cultural pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone 3408-0300. Também podem comprar diretamente no Armazém 3marias, que fica na Rua Florindo Cibin, 329, em Americana. Cópias do documentário serão disponibilizadas para escolas e bibliotecas.

    O QUE TEM NOS EXTRAS

    Os extras inéditos trazem histórias curiosas dos entrevistados, como a lenda dos fantasmas que habitavam os alojamentos do Décio Vitta, contada por Flávio Conceição, e o boi que o ex-zagueiro Agenor ganhou na rifa e fez todo o elenco ir buscar a pé em Santa Bárbara d'Oeste. O volante Marcos Assunção lembrou de quando frequentava junto com outros garotos-jogadores as famosas domingueiras da sede social do Rio Branco e Macedo revelou que precisou inverter seu nome para poder ser registrado em dois clubes ao mesmo tempo.

   A produção também não esqueceu de jogos inesquecíveis do Rio Branco e abriu um extra para contar a história de alguns deles, como a vitória sobre o então campeão do mundo São Paulo, com recorde de público no Décio Vitta, o heroico empate no último minuto contra o Guarani que valeu classificação e os históricos 5 a 2 sobre o Palmeiras de Marcos e Felipão.

   O outro extra inédito, que promete emocionar quem viveu o ano de maior glória do clube, 1990, reúne imagens raras de todos os gols da campanha do acesso de 1990, quando o Rio Branco conseguiu pela primeira vez na história subir para a primeira divisão do futebol paulista.

    NOVAS EXIBIÇÕES

    O filme tem mais quatro exibições agendadas. A primeira delas é segunda-feira, às 19h, na Escola de Goleiros Camisa 1, para o público em geral, com pipoca e café para os presentes. A escola é comandada por Vander Batistella, que foi treinador de goleiros do Tigre.

   Em agosto estão previstas três exibições no Unisal (Centro Universitário Salesiano de São Paulo). No dia 9, às 19h, o filme será exibido para os alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda e Engenharia Elétrica. No dia 12 acontecem duas sessões - às 8h para os alunos dos cursos de Psicologia e Pedagogia e às 19h para os estudantes de Psicologia e Ciências Contábeis.

    MATERIAL DE APOIO

-   Teasers do filme podem ser assistidos no link https://www.youtube.com/watch?v=uJy63W9pBpg&list=PL61ZD_a77ZX8UHW3chXMeavJjuZmIb1q3

PROJETO DE RESTAURO DA IGREJA MATRIZ DE AMERICANA TEM INÍCIO
3marias Produtora Cultural é a empresa contratada para produção e gestão do projeto

De: Basílica Santuário Santo Antônio de Pádua
Assessor de imprensa: Clayton Padovan

Em entrevista coletiva realizada na tarde de sexta-feira, dia 11 de março, sua Excelência Reverendíssima, Dom Vilson Dias de Oliveira, DC, Bispo Diocesano de Limeira, anunciou a assinatura do contrato para início do projeto de restauração da Igreja Matriz de Americana, datada de 1897.

A empresa de Americana-SP, 3marias, especializada em Lei Rounet, juntamente com a arquiteta Juliana Binotti, será responsável pela execução do projeto que contempla a restauração total da Matriz, em todos os aspectos: estrutural, artístico, hidráulico e elétrico.


Foto de Clayton Padovan - divulgação

Esta será a maior intervenção que a Igreja Matriz passará em seus quase 120 anos de existência. A primeira Igreja de Americana, ao final deste processo, voltará a ter integralmente suas características originais, devolvendo e valorizando toda a beleza deste monumento histórico e afetivo dos americanenses.

Tanto a Basílica de Santo Antônio, quanto a Diocese de Limeira, estão empenhadas e atentas em devolver à Americana um dos principais ícones de sua história, por isso este será um processo longo e que necessitará do auxílio e colaboração direta de toda a comunidade e de todos os moradores da cidade.

Hoje a Igreja sofre com sérios problemas estruturais, principalmente em relação às madeiras de sustentação do telhado, centenárias, e que quase não comportam o peso da idade. Todos estes problemas estavam sendo monitorados e sanados na medida do possível pela Basílica, porém as fortes chuvas deste ano agravaram a situação.

Sendo assim, após análise e orientação da Defesa Civil de Americana, a Diocese de Limeira decidiu por prevenção pelo fechamento da Igreja Matriz para preservação do Patrimônio e, principalmente, para segurança e bem estar dos fiéis, até que as obras de restauração sejam concluídas. É uma decisão sentida e difícil de ser tomada, porém embasada em laudo técnico e no Código de Direito Canônico. Tudo com o intuito de preservar vidas e histórias. Todas as missas e celebrações previstas para ocorrerem na Matriz serão transferidas nos mesmos dias e horários para a Basílica, portanto, sem prejuízo algum aos fiéis.

Juntos, Diocese de Limeira, Basílica e Comunidade de Santo Antônio, será possível superar mais esse desafio, com a plena certeza que depois deste processo Americana terá uma Igreja ainda mais bela e fortalecida na fé e na união.

Fonte: Basílica Santuário Santo Antônio de Pádua
Diocese de Limeira


Foto de Clayton Padovan - divulgação

Notícias 3marias

Notícias da Cultura

Login Form

Joomla 3.0 Templates - by Joomlage.com